Ah,o meu ídolo!Sou sua fãããã!!!

Todo mundo tem um amor platônico,ou seja é aquele que está muito longe de se realizar. Por exemplo, quando a gente se apaixona pelo vocalista do Coldplay(euuu) ou pelo Harry Styles, anos mais velho do que você. Essa paixão acontece porque a gente idealiza uma pessoa e a considera perfeita. É como se a nossa vida passasse a ser perfeita também se tivéssemos a chance de namorar o moço em questão. E, no final das contas, confundimos uma grande admiração com paixonite.

A expressão “platônico” é uma referência ao filósofo grego Platão, que acreditava na existência de dois mundos: o das idéias, em que tudo é perfeito, e o real, o imperfeito. Entendeu?

E esse tipo de amor vale para qualquer carinha,seja o boy mais lindo da escola,ou até mesmo uma paixonite por um professor de escola.

Você tem todos os discos dele e grita cada vez que o superstar aparece na televisão. Na sua cabeça, namorar um ídolo seria maravilhoso.Afinal, ele parece levar uma vida tão glamourosa, está sempre sorrindo…”Nem bafo deve ter”, pensa você.
Por que não é real
Os ídolos estão a milhões de quilômetros de distância da gente. Sem contar que chegar perto deles é bem difícil.Além do mais, eles não são perfeitos. Ou você acha que o vocalista do Simple Plan nunca soltou um pum ou ficou mal-humorado?
Cuidado!
Enquanto só quer pensar no seu ídolo, outros meninos legais podem estar prestando atenção em você. É legal curtir as músicas do seu cantor favorito. Mas não se esqueça de viver dentro da sua realidade, que é bem diferente da dos famosos.

 

apaixonada_f

Anúncios